Ensaio sobre a cegueira

Blindness é aquele tipo de filme imprevisível. Começa de uma forma e não imaginamos como será o fim da história. Conta a história de uma inexplicável e inédita epidemia de cegueira. Tudo começa com apenas um homem, que passa a enxergar tudo branco e, depois de visitar um médico, ao passar das horas, todos ficam cegos. Sem saber o porque daquilo e muito menos como as pessoas se contaminam, o governo resolve isolar em quarentena todos os que passaram a não enxergar. Porém, uma mulher resolve acompanhar seu marido cego no isolamento mesmo não tendo perdido sua visão. Aos poucos o local de exílio vai ficando super povoado e as pessoas têm de reaprender a viver e conviver com todos os problemas que lá encontram.

Em momento algum o roteiro busca encontrar uma razão ou uma cura para a doença, mas sim se concentra em mostrar como o ser humano não sabe lidar com seus semelhantes. Bela fotografia, cenas envolventes, marcantes e fortes, muito fortes. Não levem os filhos, pelo amor de deus. A cena de sexo da brazuca Alice Braga (garota de óculos) com o americano Mark Ruffalo (médico) é só uma mostra do que vem mais tarde. O que eu ouvia no cinema eram espectadores sussurando “putz, que foda” enquanto ficavam com os olhos presos na tela.
Além de Braga e Ruffalo, o longa de 120 minutos conta com Julianne Moore no papel principal, Danny Glover, Gael Garcia Bernal e muitas outras carinhas conhecidas. A direção é do brilhante Fernando Meirelles que, na minha singela opinião, tem todas as chances de trazer um Oscar para nossas terras com Blindness.

Anúncios

~ por Isadora Muller em outubro 15, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: